Recrutamento Externo: entenda como o processo pode ser um motivador extra para sua equipe

O recrutamento externo consiste em um processo que visa procurar, fora da empresa, um profissional qualificado e preparado para ocupar uma vaga que está em aberto. Trata-se de um procedimento bastante comum no mercado de trabalho, sendo o mais utilizado quando as empresas precisam de funcionários para ocupar determinada função. Este tipo de processo se diferencia do chamado recrutamento interno, que consiste na seleção conduzida dentro da própria organização.

Características do recrutamento externo

Esse tipo de recrutamento pode ser considerado um tanto mais trabalhoso e demorado do que o recrutamento e seleção internos, uma vez que selecionar pessoas que já estão na sua empresa e que você já sabe como trabalham é muito mais fácil do que abrir uma seleção para várias outras pessoas que estão de fora. Por outro lado, há também muitas vantagens em buscar pessoas de fora para compor o quadro de funcionários (listadas a seguir).

O recrutamento externo pode ser realizado de diferentes formas: por meio de anúncio das vagas abertas em jornais, sites, redes sociais; com o intermédio de uma empresa de recrutamento; por indicação ou ainda em feirões de emprego.

Qual a importância do recrutamento externo?

Apesar de ser mais trabalhoso, o recrutamento externo é uma excelente forma de renovar a sua equipe, dando oportunidades para pessoas que precisam de trabalho e que podem contribuir de novas maneiras para a sua empresa. Pessoas novas sempre chegam com pensamentos e ideias diferentes, e isso pode ser de grande serventia para a sua organização.

Além disso, o recrutamento externo é um meio de manter a sua empresa em contato com o mercado de trabalho, o que pode ser vantajoso no que diz respeito à deixar sua marca sempre em evidência como uma instituição que oferece oportunidades e que está sempre em busca de melhorias.

Como o recrutamento externo pode motivar a sua equipe?

Embora busque força de trabalho em pessoas de fora, o recrutamento externo pode ser uma estratégia extremamente eficaz para motivar internamente a equipe. As principais razões para que isso ocorra são:

Espaço para ideias novas

Como foi citado, a tendência é que pessoas de fora cheguem com mais ânimo e tragam ideias diferentes daquelas que a equipe costuma ter. Como consequência, a equipe pode se sentir motivada a colocar em prática novas formas de trabalhar, alcançar resultados diferentes e trabalhar em conjunto com quem acabou de chegar. Pessoas novas no ambiente sempre são motivadoras a melhorias.

Diversidade entre os profissionais

Quando uma empresa passa muito tempo sem realizar recrutamento externo, os profissionais acabam adquirindo o mesmo perfil e passam a trabalhar de forma mais engessada — o que pode tornar o ambiente mais monótono. Com a chegada de um novo profissional, você terá maior diversidade de perfis dentro da empresa, o que pode agregar muito à organização.

Vantagem competitiva

Por fim, o recrutamento externo é uma opção que traz um espírito competitivo dentro da própria equipe, o que pode ser muito positivo. Um novo profissional desperta nos demais o desejo de mostrar o seu potencial e suas qualidades e, assim, sua equipe terá aquele “up” e poderá ser ainda mais eficiente com esse sentimento competitivo saudável.

Fonte: Mundo Carreira.

Saiba como lidar com pessoas que querem te prejudicar no trabalho

Dividir o ambiente de trabalho com outras pessoas não é uma tarefa fácil. Por mais que o clima seja agradável, a verdade é que em praticamente todo o lugar sempre terá alguma pessoa mau-caráter que fará de tudo para prejudicar os outros. Isso é muito mais frequente do que se imagina, podendo trazer efeitos devastadores para os profissionais e para a própria empresa, que acaba com os resultados prejudicados.

Confira algumas dicas de como lidar com pessoas que fazem de tudo para prejudicar seu trabalho:

Como lidar com pessoas que querem te prejudicar no trabalho

Resolva o assunto diretamente com a pessoa

Uma das formas mais diretas de resolver o problema de uma vez por todas é ir tratar a situação diretamente com a pessoa que está causando o problema. Para isso, entretanto, é preciso que você tenha certeza do que está acontecendo e vá conversar com o verdadeiro culpado da situação.

É claro que você não vai provocar uma briga ou uma discussão mais calorosa, pois isso pode aumentar ainda mais o conflito. Você deve chamar a pessoa para conversar e perguntar o porquê desse comportamento. Deixar claro quais são os seus objetivos é uma forma de esclarecer o problema e encontrar a solução.

Seja discreto

Uma eficiente forma de se proteger das pessoas que querem te prejudicar no ambiente de trabalho consiste em manter a discrição sempre. Não exponha sua vida pessoal dentro do ambiente profissional e não fale tanto dos seus planos perto das pessoas que você sabe que estão esperando apenas uma informação para tentar te derrubar. Mantenha sua vida pessoal em sigilo, compartilhando-a apenas com quem você realmente confia.

Saiba quem você é

O grande erro da maioria das pessoas é se deixar abalar pelos comentários e fofocas que surgem a seu respeito no trabalho. Para que você não se abale e não dê ouvidos a esses comentários, é fundamental que você se conheça e tenha consciência das suas qualidades, de modo a não se deixar abalar com facilidade.

Coloque limites

Uma atitude bastante comum de quem quer te prejudicar é sobrecarregar você de tarefas que não são de sua responsabilidade. Toda vez que você aceita “ajudar” em algo que não é da sua competência, você estará se sobrecarregando e abrindo espaço para que se aproveitem cada vez mais de você. Portanto, coloque limites. Se perceber que alguém está se aproveitando de você, comece a rejeitar as tarefas extras.

Fonte: Mundo Carreira.

Autoconsciência emocional: saiba como desenvolvê-lo pode ajudar na formação de um líder

A autoconsciência emocional é uma característica que nem todas as pessoas possuem, mas que faz toda a diferença tanto na vida pessoal como no âmbito profissional — principalmente para quem ocupa ou deseja ocupar cargos de liderança. A boa notícia é que esta habilidade pode ser desenvolvida por todos os indivíduos, se tornando um fator determinante para o sucesso na carreira.

Ter autoconsciência emocional significa ser capaz de reconhecer e compreender as próprias emoções, entendendo como cada uma delas pode impactar no dia a dia, na execução das tarefas, no trabalho e nos relacionamentos. Uma pessoa que possui autoconsciência emocional também consegue identificar como ela é vista pelos que estão à sua volta, aumentando sua noção de autoimagem.

Isso acontece porque, quando o indivíduo sabe enxergar suas atitudes e emoções, compreendendo a forma como é visto pelo outro, sua visão de realidade se torna ainda mais ampla. Dessa forma, fica mais fácil estabelecer estratégias para melhorar seu rendimento individual e colaborar para o bom desempenho das equipes como um todo.

Características de quem possui autoconsciência emocional

Uma pessoa que possui autoconsciência emocional está a todo momento procurando alternativas para se tornar melhor. Isso é possível porque ela não apenas sabe o que precisa ser mudado, mas compreende o que as pessoas esperam dela. Algumas das principais características das pessoas autoconscientes emocionalmente são:

Apreço por feedbacks

Uma pessoa que sabe reconhecer suas emoções e consegue identificar como é vista pelos demais está sempre em busca de oportunidades de receber feedback de suas ações, pois deseja melhorar cada vez mais o espaço onde convive.

Ouvidos atentos para sugestões

Quem possui autoconsciência emocional está sempre aberto a sugestões, principalmente as mais ousadas e criativas. Isso porque ela deseja resolver os problemas da melhor forma possível, considerando sempre as sugestões das pessoas que fazem parte do seu cotidiano.

Motivação

Essa é uma característica vista especialmente nos líderes que são autoconscientes emocionalmente, que se preocupam em fazer de tudo para manter sua equipe motivada. Para isso, ele apresenta novas oportunidades, dá feedbacks construtivos e trabalha diretamente para motivar sua equipe.

Dicas para desenvolver a consciência emocional

Controle suas emoções

Perceber, entender e controlar as próprias emoções é o primeiro passo para chegar à autoconsciência emocional. Se você tem o costume de agir no impulso, comece a pensar um pouco antes de tomar as decisões. Além disso, sempre que possível, reserve um tempo para refletir a respeito de como você reage diante das situações e analisar o impacto disso na sua vida.

Analise o seu comportamento

Além de analisar a forma como você se comporta diante dos problemas, pense na sua reação frente às conquistas. Identifique também as coisas que fazem com que você se sinta bem e o que faz você sair da zona de conforto. Com este conhecimento, você entenderá melhor suas ações e seu comportamento.

Pratique a empatia

Saber se colocar no lugar do outro e tentar entender a forma como as pessoas pensam é uma excelente maneira de ampliar sua consciência emocional. Afinal, para ser autoconsciente emocionalmente, você precisa entender não apenas a si mesmo, mas quem está à sua volta.

Fonte: Mundo Carreira.

Saiba como desenvolver a qualidade no trabalho em equipe

A necessidade de se adaptar às inúmeras mudanças do mercado de trabalho tem feito com que as empresas comecem a se preocupar mais com a qualidade do trabalho dentro da organização, deixando de lado o foco direto apenas no lucro. Felizmente, o foco hoje é a qualidade do trabalho dentro da empresa, o que resulta consequentemente em lucro e resultados cada vez melhores.

A qualidade no trabalho está diretamente relacionada com o trabalho em equipe: quando os colaboradores trabalham juntos, a empresa passa a contar com um grupo de pessoas trabalhando em busca de um mesmo objetivo, e o resultado disso não pode ser outro a não ser o sucesso do negócio. No entanto, trabalhar em equipe não é uma habilidade muito fácil de desenvolver, sendo necessário paciência e dedicação para conseguir a qualidade neste tipo de trabalho.

Mas afinal, como estabelecer o trabalho em equipe com qualidade dentro da sua empresa? Descubra a seguir:

Dicas para desenvolver qualidade no trabalho em equipe

Estimule a confiança

O primeiro e talvez mais importante ponto para que se tenha uma qualidade no trabalho em equipe é a confiança. É preciso que os seus colaboradores confiem em si mesmos, confiem em você como gestor, e confiem uns nos outros. É na base da confiança que eles irão dividir as dificuldades e abrir o jogo diante das situações que forem necessárias.

Estabeleça uma comunicação eficiente

A comunicação deve ser a mais direta e objetiva possível. Não existe trabalho em equipe se não houver uma comunicação efetiva entre você e seus colaboradores.

Tenha flexibilidade

Outra habilidade que precisa ser desenvolvida para ter um trabalho em equipe eficiente é a flexibilidade. Quando se trabalha em equipe, é preciso ser flexível para atender a necessidade da maioria, e não apenas a sua. Ajustar os métodos de acordo com as necessidades do grupo é fundamental.

Saiba ouvir

Saber parar um momento e escutar o que a sua equipe tem a dizer, considerar as diferentes opiniões e ideias é extremamente necessário até mesmo para conseguir melhorar a metodologia de trabalho. É preciso saber ouvir na essência aquilo que os seus colaboradores têm a dizer.

Estimule o comprometimento

Sem dúvidas, este é um dos pontos cruciais para que se consiga estabelecer um trabalho em equipe de qualidade. É preciso contar com profissionais que estejam comprometidos a lutar e trabalhar pelos mesmos objetivos da empresa. Para isso, é necessário priorizar a motivação dos colaboradores e estar atento às suas necessidades.

Fonte: Mundo Carreira.

5 razões que explicam porque a sua empresa deve apostar em treinamento de líderes

Você sabe a diferença entre um gestor e um líder? Muita gente ainda costuma achar que esses dois conceitos são iguais, enquanto há uma diferença bem marcante entre eles. Gestor é o profissional que tem a formação e as habilidades técnicas para administrar um determinado negócio, enquanto o líder é o profissional que tem suas habilidades voltadas às pessoas, à capacidade de motivação e de resolução de conflitos.

Com essa diferença em evidência, fica mais fácil entender a importância de se ter um verdadeiro líder (ou mais de um) dentro de sua empresa. As habilidades técnicas, ou seja, o conhecimento adquirido ao longo dos anos já não é mais suficiente para que uma pessoa exerça uma boa liderança dentro de uma empresa: é preciso também ter e saber usar as habilidades humanas.

Uma boa liderança faz com que a empresa caminhe muito melhor, com uma equipe que trabalha motivada e está sempre aberta a novidades, com colaboradores criativos, que aceitam correr os riscos e estão juntos no processo de decisão. Por isso, é fundamental que a empresa invista na formação de líderes. Para que não reste dúvidas, veja a seguir, algumas razões pelas quais a sua empresa deve apostar em treinamento para líderes:

5 motivos para apostar em treinamento de líderes

Qualidade de vida no trabalho

Quando uma empresa opta por treinar seus líderes, ela está oferecendo a chance de que todos tenham mais qualidade de vida no trabalho. Isso porque o líder sabe motivar e cativar, de modo que sua equipe trabalhe muito mais satisfeita e inspirada, o que resulta diretamente em melhores resultados.

Desenvolvimento de plano de carreira

Quando se tem um líder, é muito mais fácil incentivar seus colaboradores a desenvolver um plano de carreira. Ou seja, eles não irão trabalhar apenas por trabalhar, mas com uma motivação para crescer dentro e junto da empresa, muitas vezes com o objetivo de se tornar também um líder.

Melhor gestão do tempo

Um líder sabe focar no que realmente é importante, otimizando os processos. Assim, a produtividade da sua empresa irá aumentar gradativamente, com uma produção de qualidade, em menor tempo.

Prática de missões e valores

Um dos grandes diferenciais de um líder é a prática de missões e valores. Qual a missão da sua empresa? Quais valores ela deseja passar para seus consumidores? Com um líder, esses parâmetros irão ser frequentes e aliados no processo de produção.

Melhor capacidade de resolver conflitos

Com um líder, os conflitos da empresa irão surgir, mas poderão se resolver de forma muito mais tranquila, sem gerar grande estresse aos colaboradores.

Fonte: Mundo Carreira.