Entenda o que é o movimento Slow e como ele está impactando os negócios

O movimento slow é uma tendência que vem ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios, afetando diversos segmentos, que já vêm criando sua própria variação do termo, como o slow food no setor de alimentação ou o slow fashion no segmento de moda.

Nova tendência gira em torno do consumo consciente e de uma vida mais desacelerada, tanto dentro quanto fora do ambiente corporativo

O movimento slow é uma tendência que vem ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios, afetando diversos segmentos, que já vêm criando sua própria variação do termo, como o slow food no setor de alimentação ou o slow fashion no segmento de moda. Trata-se de uma ideia que visa nos desafogar da correria do cotidiano, algo que está presente em praticamente tudo: rotinas atarefadas, excesso de informações, consumo desnecessário, etc.

Imagem por @senivpetro / freepik

Quando falamos em slow, quase sempre nos referimos ao consumo desenfreado e aos impactos que isso pode causar na vida das pessoas. A ideologia utiliza o minimalismo para conscientizar os indivíduos e ensiná-los a ter uma vida com mais propósito e tempo de qualidade, em que tudo tenha uma razão bem definida e não aconteça por meros impulsos. Tudo isso vem mudando completamente os hábitos de consumo da população adepta, o que por sua vez traz grandes impactos ao meio corporativo.

O fato de as pessoas estarem sendo mais conscientes no consumo não significa que estão gastando menos, mas que estão buscando investir seu dinheiro em produtos com mais qualidade. Isso não se limita exclusivamente às características da mercadoria, mas também às políticas e aos valores das empresas responsáveis. Por exemplo, o fabricante é uma corporação que adota uma produção sustentável e a favor da diversidade? Esses são alguns pontos que costumam ser levados em consideração.

Isso significa que as empresas estão precisando se adequar aos valores do seu público para manter sua relevância no mercado. No caso da sustentabilidade, é de se esperar que os consumidores adeptos ao slow economizem na conta de luz para fazer sua parte na preservação do meio ambiente. Sendo assim, esse perfil de cliente espera que as empresas da qual consome também tomem todas as medidas cabíveis para colaborar com o planeta.

Foi a partir disso que surgiu o slow marketing, uma estratégia de comunicação que não visa apenas vender mais e maximizar os lucros a qualquer custo, mas mostrar e reforçar a todo momento quais são os valores daquela empresa. O universo corporativo vem se moldando a essa tendência e mostrando mais cuidado com seus clientes, adaptando toda a sua atividade para ficar de acordo com aquilo que é considerado mais aceitável.

Tanto a tendência quanto seus impactos provam que, hoje em dia, o hábito de consumo já deixou de ser automático ou baseado exclusivamente nos produtos. Uma empresa consciente prova sua qualidade em cada aspecto da sua operação, algo que certamente contribui com as expectativas mais básicas do slow, que é garantir um mundo melhor para todos.

Fonte: https://www.jornalcontabil.com.br/entenda-o-que-e-o-movimento-slow-e-como-ele-esta-impactando-os-negocios/